A nossa história


De origem portuguesa e bairrista, a D’Ourique é fruto dos sonhos de independência e liberdade de Hugo e sua família. O projecto D’Ourique nasceu logo ali naquela parte do mundo a imaginação e a pesquisa pela arte cervejeira ganhou forma e desde logo começa a dar frutos.

O desafio fora lançado: aproveitar a globalização para conhecer e visitar cervejarias artesanais na Europa e no resto do mundo ocidental, como na Bélgica, no Reino Unido, na Alemanha, no Brasil e nos Estados Unidos. Assim foi e rapidamente a D’Ourique entrou em contacto com um mundo rico em cultura cervejeira. Não foi preciso muito tempo para ganhar novas e profícuas amizades além fronteiras e provar os melhores exemplares de variados estilos deste néctar do homem: weissenbier, pale ale, IPA, dunkel, dubbel, blonde, trippel, kolsch, bitter, saison, lambic, gueuze, stout, porter, entre muitos outros. Com tanta variedade foi inevitável ganhar preferências: a Bélgica, com a sua cultura ímpar e histórica, é “O” verdadeiro parque de diversões do mundo cervejeiro. Isso reflecte-se na elevada qualidade, variedade e criatividade dos estilos populares, das fermentações espontâneas e dos trapistas – uma categoria à parte que fez nascer as cervejas de abadia. Daqui até nascer a cerveja D’Ourique foi um processo de intensa aprendizagem com a ajuda de bons amigos portugueses (um agradecimento especial ao Gonçalo da Oficina da Cerveja) e uma boa dose de auto-didactismo e abnegação pessoal e familiar.

A nossa marca é, em si mesma, uma celebração do mais europeu dos bairros típicos portugueses: Campo de Ourique, o nome é criado e assenta-lhe que nem uma luva.



E foi assim que tudo começou!